Como trabalhar em casa com um bebé

Como trabalhar em casa com um bebé

Antes de mais, deixem-me deixar claro que isto é, e continuará a ser durante uns tempos, um work in progress. Por aqui não há dois dias iguais. Para além de que a bebé cresce e desenvolve-se e com isso vêm muitas mudanças e adaptações à rotina e faz-se o melhor que se pode. E está tudo bem!

Há também a questão que cada bebé é um bebé, e cada família é uma família, e o que resulta para uns pode não resultar (nem ser o ideal) para outros!

Comecemos com um pouco sobre nós:

Sou uma mãe-empreendedora, que gere duas lojas online, a The Green Beauty Concept e a The Green Baby Concept, mais um negócio de distribuição de cosméticos naturais a retalhistas, a Green Beauty Supply, ao mesmo tempo que estou em casa com a nossa bebé, que tem hoje 7 meses e para já não há expectativas de quando (ou se) irá para a creche.

Dos 0 aos 3 meses

Para mim esta foi a fase mais fácil, não só porque tive uma bebé que dormia muito, mas também porque deixei bastante trabalho feito antes da bebé nascer.

  • Se for possível, deixar trabalho pré-feito - uma boa parte do meu trabalho é marketing digital, e passa por publicar nas redes sociais e enviar newsletters. Assim, enquanto estava grávida deixei trabalho feito de ante-mão e pré-agendado para ser "lançado" automaticamente durante os primeiros meses de vida da minha bebé. Usei ferramentas para agendar publicações de Instagram e Facebook, e para deixar as newsletters também agendadas.
  • Maminha ou sestas = trabalho - Um recém nascido mama durante bastante tempo. A minha chegou a estar 10 horas na maminha 🙈 Eu aproveitava algum desse tempo (não todo 😉) para responder a emails de clientes e fornecedores, analisar estatísticas e finanças, e fazer tudo o que conseguisse através do computador e telemóvel.

Dos 3 aos 6 meses

Aqui começou a ser mais difícil. A minha bebé dormia e mamava durante menos tempo, começou a ter períodos de atenção mais longos e a exigir mais atenção e interação.

  • Trabalhar durante as sestas - esta é uma óbvia. Mas sempre que a bebé dorme, por aqui é tempo de trabalho. O problema é quando as sestas são poucas, curtas ou mais dependentes de companhia 😅 Quando ela só consegue dormir comigo ao lado (que ainda acontece hoje), trabalho no telemóvel. Responder a emails, preparar conteúdo através de aplicações, interagir com audiência nas redes sociais e até escrever artigos de blog são exemplos de algumas coisas que se consegue fazer bem enquanto se dá de mamar, ou enquanto se dá segurança e conforto à bebé estando ao lado dela enquanto ela dorme.
  • Babywearing - para as tarefas em que preciso de me movimentar e usar as mãos (por exemplo preparar as vossas encomendas), o Baby Carrier é uma salvação. Ela fica entretida enquanto me vê a movimentar de um lado para o outro, e eu preparo encomendas e organizo o armazém.

A partir dos 6 meses

Começou a fase da mobilidade! A minha bebé começou a rastejar para todo o lado e a querer muito movimento. Já é mais difícil ter momentos sossegados. Para conseguir trabalhar, continuo a fazer tudo o que está acima, e ainda:

  • Pedir ajuda - se preciso de fazer uma chamada de trabalho, ou se há alguma tarefa que tenho mesmo que fazer durante o dia enquanto a bebé está acordada, nada como pedir ajuda a quem estiver disponível para se conseguir uma horinha aqui ou ali. Aproveito também todos os momentos em que o pai está em casa, a brincar com ela ou a dar o banho, para fazer algumas coisas pendentes (com o pai, não considero que seja ajuda, mas sim uma colaboração entre nós).
  • Cadeirinha de refeição ou sentada no chão com muitas almofadas, com brinquedos - a partir do momento em que ela começou a sentar-se, comecei a colocá-la na cadeirinha de refeição com brinquedos (por norma também é assim que consigo tratar de tarefas domésticas em que ela não possa estar no marsúpio, como cozinhar) ou no chão, em cima de um tapete fofinho, com muitas almofadas à volta e alguns brinquedos. Sento-me no chão ao lado dela, com o portátil no colo, e vá de despachar trabalho!
  • Organização - longe vai o tempo em que me podia dar ao luxo de me sentar ao computador e demorar 30 minutos até "aquecer" e ficar concentrada para trabalhar. Com um bebé, precisei de aprender a trabalhar em pequenos espaços de tempo, podendo ter que parar rapidamente ou voltar a pegar rapidamente no trabalho. A solução foi tão simples quanto ter listas detalhadas de pequenas tarefas, para que soubesse sempre onde ia e o que faltava fazer.

 

Apesar de tudo, nem sempre consigo fazer tudo como faria antes da bebé nascer. Mas está tudo bem e tento aproveitar ao máximo este tempo maravilhoso que tenho com a minha bebé (que vai passar, e sei que vou sentir saudades), ao mesmo tempo que tento manter a minha empresa funcional, inovadora e interessante.

E vocês? Alguma Mompreneur por aí? Quais são as vossas estratégias para conseguir trabalhar com bebés? Partilhem comigo, porque ideias nunca são demais 🙈


Obrigada e até breve,

Mais postagens

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação